Pesquisas e decisões desencontradas a respeito da possibilidade e viabilidade do retorno às aulas presenciais somam-se ao aumento de contaminação e mortes por COVID19 no Brasil. No final de 2020, alguns municípios decidiram pelo retorno das aulas presenciais para logo retornarem ao Ensino Remoto (ER) – caso de Manaus -, repetindo o percurso de muitos países europeus.
Janeiro foi o mês que o Brasil registrou mais mortes pelo COVID19 desde julho de 2020 e o terceiro mês com mais registros desde o início do anúncio da pandemia em nosso país, em março de 2020. Foram 29.555 óbitos confirmados.
É necessário que se retome o rigor técnico e a racionalidade da gestão nesta área que é definida pelas relações humanas. Pesquisa  encomendada pelo Conselho Nacional de Juventude e divulgada em  junho de 2020, indicava que 30% dos 33 mil jovens entre 15 e 29 anos de  idade pesquisados projetavam que não retornariam mais às escolas em  virtude da necessidade de complementarem a renda familiar 2 ou  porque não tiveram nenhum apoio emocional ou psicológico das  instituições escolares neste período pandêmico